Trânsito

Ônibus de excursão bate pedra e deixa vários feridos na estrada de Santa Teresa

Postando em:

A colisão de um ônibus de excursão contra uma pedra deixou vários feridos na manhã deste sábado, em Santa Teresa, região serrana do Espírito Santo. O acidente ocorreu por volta das 8h, no KM 95 da Rodovia ES-261. Foi um depois da divisa com o município de Fundão.

Leia Também: Billy comemora 20 anos de carreira no carnaval de Aracruz neste sábado

Segundo informações apuradas pela reportagem do Site Aracruz junto a alguns passageiros que sofreram ferimentos leves, havia 40 pessoas no ônibus, incluindo o motorista, que ficou bastante ferido.

A excursão foi planejada por um grupo de amigos que saiu de Mutum, em MG, para passar o carnaval em Nova Viçosa, na Bahia.    

Como a BR 259, entre Colatina e Baixo Guandu, está interditada devido à queda de enormes pedras na estrada, o motorista teria optado por um caminho alternativo, mas em uma descida, após perceber que não conseguiria fazer a curva, por falta de freios, o condutor preferiu jogar o veículo no barranco e só foi parado após bater de frente contra uma enorme pedra.

O Corpo de Bombeiros de Aracruz foi acionado às 8h10 e uma equipe seguiu imediatamente para o local. Todas as 40 pessoas que estavam no ônibus foram socorridas para o Hospital de Santa Teresa. Até o fechamento desta matéria, uma triagem estava sendo feita para ver a necessidade de transferência de alguns pacientes para outros hospitais da região.

Foi necessária a utilização de 6 ambulâncias, sendo 3 do Samu (Fundão, Santa Teresa e Santa Maria de Jetibá), além de outras duas da prefeitura de Santa Teresa e uma da prefeitura de João Neiva, que passava pela região e deu apoio ao resgate.

Muitos passageiros não usavam cinto de segurança e foram arremessados no momento da colisão. Apesar de permanecerem dentro do ônibus, acabaram sofrendo ferimentos um pouco mais sérios do que quem usava o cinto. Cerca de 15 passageiros estariam entre os mais feridos, inclusive o motorista. Este usava cinto, mas parte da cabine foi muito danificada pela batida frontal contra a pedra.

Para passar o carnaval em Nova Viçosa, cada passageiro pagou a quantia de 480 Reais.

“Para nós acabou o carnaval. Só queremos voltar para casa”, disse um passageiro à nossa reportagem.

O ônibus não possui plotagem para identificação da empresa, porém, a placa é do município de Alegre-ES.  

 

 

Fotos: Rodrigo Barbosa