Política

Rede planeja eleger três dep. estaduais em 2018, sendo um de Aracruz

Postando em:

Após confirmar Marina Silva como pré-candidata à presidência, o partido Rede Sustentabilidade anuncia planos em nível estadual e para o município de Aracruz visando as próximas eleições.

A confirmação da pré-candidatura à presidência foi anunciada pela própria ex-senadora, durante evento realizado neste sábado (02), em Brasília. A oficialização da pré-candidatura de Marina deverá ser aprovada em congresso nacional do partido, em abril de 2018.

No Espírito Santo, o Rede vem se preparando para a disputa das eleições de 2018, quando serão escolhidos presidente, senadores, deputados federais e deputados estaduais.

Para saber mais sobre a organização do partido, o Site Aracruz entrevistou o presidente do diretório municipal do Rede em Aracruz, Valdinei Tavares, que também é membro da executiva estadual e um dos fundadores do partido em nível nacional.

 

Entrevista:

Site Aracruz: Como o Rede vem se movimentando para as eleições de 2018?

Valdinei Tavares: O partido lançou no ultimo dia 25, sábado, a pré-candidatura do prefeito da Serra, Audifax Barcelos ao governo do Estado e o partido está costurando alianças nacionais com PSB, PPS e outros. A decisão do ex- ministro do Supremo, Joaquim Barbosa, pode influenciar muito o jogo político em Brasília e no Estado. Ele pode ser candidato a presidente pelo PSB e pode ser vice da Marina. Isso mudaria muito o cenário no estado podendo levar Renato Casagrande a ser candidato ao senado e abrir espaço para Audifax, ou ainda uma aliança casada com a senadora Rose de Freitas, que tem bom trâmite nos municípios e faz frente ao governador Paulo Hartung (PMDB). Sem sombra de duvidas a maior prioridade do projeto Rede é Marina Silva em 2018. A segunda prioridade do partido no Estado é eleger um deputado federal e três deputados estaduais. Hoje temos no partido 40 pré-candidatos a deputado estadual e o objetivo é chegarmos a março de 2018 com 60 pré-candidatos. Como ainda será permitida a coligação no ano que vem, esses números podem mudar para ajustar uma composição que atenda as siglas aliadas. Aracruz é vista de forma especial pelo diretório estadual, porque podemos ampliar a bancada estadual com Alcantaro Filho (Rede) e manter um vereador mandatário do partido que seria eu.

Site Aracruz: Você tem se destacado como uma forte liderança do Rede no Espírito Santo, como é possível conseguir esses destaque dentro da executiva estadual de um partido cheio de políticos de peso como Audifax Barcelos, deputado estadual Marcos Bruno, ex- deputado professor Roberto Carlos e tantos outros?

Valdinei Tavares: Como fundador do Rede em Aracruz e um dos fundadores do partido a nível nacional e estadual, tenho essas figuras de peso como grandes aliados. No Rede também há disputas por espaço, mas sempre buscamos aquilo que é melhor para o partido. Foi muito grande o esforço de todos para conseguirmos colher mais de um milhão de assinaturas necessárias para registrarmos o partido, e esse esforço uniu todos em torno de uma causa maior que é o crescimento do partido. Quando um político começa a defender apenas seus interesses pessoais em detrimento do partido, independente de ter mandato ou não, com certeza vai perdeu espaço dentro do Rede. Tudo que faço é buscar o que é melhor para o partido mesmo que um ou outro político individualista fique insatisfeito. Com essa atitude tenho recebido grande apoio das maiores lideranças do partido.

Site Aracruz: Como presidente do Rede em Aracruz, é esse o comportamento que você cobra de todos os filiados ao diretório municipal?

Valdinei Tavares: Essa visão não é só minha, compartilhamos essa idéia com a cúpula do partido em nível nacional, e em Aracruz não pode ser diferente. Sempre busco nomes capazes de fortalecer o partido, como fiz quando filiei Alcântaro Fiho, por exemplo. Na ocasião, a proposta era tê-lo como candidato a prefeito. Mesmo eu sendo candidato a vereador, preferi lançar a candidatura de Alcântaro ao legislativo. Ele vinha de uma grande pré-campanha para prefeito e, mesmo sabendo que isso poderia atrapalhar meus planos, deixei a vaidade de lado e pensei no que era melhor para o partido. Com a soma dos votos de nossos candidatos conseguimos elegê-lo como um dos primeiros legisladores do Rede no País, além disso conseguimos fazê-lo presidente da câmara. Isso é fruto de uma gestão que pensa no coletivo e é essa postura que exigimos de cada filiado, tenha ele mandato ou não.

Site Aracruz: Você é primeiro suplente de Alcântaro e ocupará a vaga de vereador caso ele seja eleito deputado estadual. Diante dessa possibilidade e como presidente do Rede em Aracruz, você forçará uma candidatura de Alcântaro ao legislativo estadual?

Valdinei Tavares: Assumir a vaga de vereador não é o mais importante para mim no momento, apesar de eu ter ótimos projetos para colocar em prática. Se pensarmos no partido, é claro que seria muito interessante o Rede manter um vereador na câmara de Aracruz e conseguir fazer um deputado estadual, mas esse é apenas um pensamento inicial e não podemos analisar dessa forma fria. Existem outros pontos a serem pensados, um grupo de partidos aliados a ser consultado e outros nomes que também podem ser lançados. Tudo isso será levado em consideração antes tomarmos essa decisão.  

Site Aracruz: Por fazer parte da base do governo municipal, o partido espera contar com apoio do prefeito para uma possível candidatura à assembléia legislativa? 

Valdinei Tavares: Em 2016 nós abrimos mão de uma candidatura a prefeito para eleger o Jones Cavaglieri e hoje somos da base desse governo, que conta com dez partidos. Eleger um deputado por Aracruz é uma prioridade do Rede, mas para isso precisamos contar com o apoio, não apenas do prefeito, mas de um grupo que formam a base do governo municipal. Se o grupo permanecer unido como está, teremos grande chance de eleger o candidato de consenso desse grupo. Pessoalmente o prefeito ainda não se posicionou sobre essa questão por entender que o momento é de terminar de colocar a prefeitura em ordem resolvendo os problemas que foram encontrados, mas na hora certa ele vai se posicionar, até porque é um líder e como tal não vai deixar de tomar posição. Pela postura de lealdade do partido, seja no legislativo ou dentro do governo, com pequena, mas com fundamental participação que tem trazido resultado para a gestão, nós estamos muito confiantes de poder contar com esse apoio, mas acho que o maior apoio é do grupo, que é muito mais importante que qualquer outro apoio individual. É claro que o apoio do prefeito é muito importante, mas por todo o trabalho que o Rede tem realizado por esse governo, eu acredito muito nesse apoio. O projeto, porém, não pode ser só do Rede, precisa ser de todo o grupo, que também tem outros nomes, mas temos nos mobilizado e feito reuniões na busca por esse apoio a um candidato do Rede. O Alcântaro hoje ainda não é o candidato do grupo, mas ele tem se viabilizado para isso.

Site Aracruz: Qual é a participação do Rede no governo Jones, atualmente?

Valdinei Tavares: É sempre contribuir com sugestões e colocar nossos programas para que sejam analisados pelo executivo, mas a tomada de decisão é sempre do governo.

Site Aracruz: E as sugestões do partido têm sido colocadas em prática?

Valdinei Tavares: Nossas posições são levadas para a discussão dos partidos da base aliada. Após as ponderações dos aliados, elas são levadas para os nossos representantes eleitos, que tem um canal de comunicação direto com o prefeito para levar essas reivindicações. Cabe aos partidos apresentar sugestões para o prefeito e cabe a ele executar ou não. Ele tem levado essas sugestões para reuniões com as comunidades, tem dado resposta às lideranças comunitárias através do Conspar e tem mostrado ser um governo participativo como ele propôs. Depois de organizar a casa, acredito que o prefeito terá mais tempo para dar essas respostas que a sociedade quer e que a base aliada tem indicado. Talvez muito em breve essas respostas do prefeito possam ser mais perceptivas.

Site Aracruz: Como você avalia o momento administrativo de Aracruz?

Valdinei Tavares: Não está do jeito que nós planejamos, mas a instabilidade política e econômica que o País atravessa atinge a todos os municípios e não é diferente com Aracruz. A gestão passada, por exemplo, passou três anos sem investimentos em obras. Então quando você entra numa gestão que é administrada com poucos recursos, com a receita caindo e ainda assim consegue zerar as contas e realizar obras, isso é mostrar capacidade de gestão. Jones tem buscado emendas com parlamentares estaduais e federais que não são da base dele. Isso mostra que a gestão é bem articulada e nós temos contribuído com isso através do nosso vereador, que inclusive já esteve em Brasília e na Assembléia legislativa abrindo caminho para o prefeito fazer essa busca de captação de recursos. Com certeza o Rede tem cumprido o papel a que se propôs com a administração municipal.