Policial

Pastor de Aracruz e família escapam de assalto na BR 101 em Ibiraçu

Postando em:

Um pastor evangélico e sua família escaparam de uma tentativa de assalto na noite deste sábado (25), em Ibiraçu. Foi o próprio Mozarqui Moreira, pastor da Igreja Metodista do Brasil, quem entrou em contato com o Site Aracruz para relatar o fato. Ele contou que a família retornava de Vitória para Aracruz, onde reside no Centro da Cidade. Por volta das 21h30, quando passavam próximo ao km 216, o carro da família bateu em algumas pedras, que se encontravam no meio da pista, estourando dois pneus, sendo um dianteiro e outro traseiro. (foto Ilustrativa)  

Leia também: Ladrões assaltam posto de gasolina na presença de clientes

Garotas de Aracruz conquistam 3º lugar na liga estadual de futsal

Além do religioso, estavam no veículo, VW Fox, de cor prata, a esposa Katia Silva de Sousa e dois filhos do casal, sendo um de 3 e outro de 7 anos de idade. Katia, que conduzia o veículo, ia parando o carro quando a família percebeu que duas motos saíam da lateral da pista para abordá-los. Certos de que seriam assaltados, o pastor e a esposa decidiram acelerar e, por sorte, passava pelo local um veículo da Eco 101, concessionária que administra a rodovia. A família só parou o caro cerca de um km à frente e logo recebeu apoio de uma equipe da Eco.

“É importante noticiar para que outros motoristas fiquem atentos ao risco de parar em uma situação dessas e evitem ser assaltados. As pedras foram colocadas na pista para obrigar os motoristas a pararem. Depois os ladrões ofereceriam ajuda para se aproximar e praticar o assalto. Há também o risco de o veículo bater nas pedras e a família sofrer um acidente mais grave”, disse o Mozarqui.

O pastor acrescentou que a presença do veículo da Eco, com o giroflex ligado, pode ter interrompido a ação dos bandidos, que não teriam dificuldade de alcançar um carro com dois pneus furados.

Levada até a borracharia de um posto de gasolina em Ibiraçu, a família, que havia escapado do assalto, não pôde evitar transtorno e prejuízos. Como os pneus não tinham condições de reutilização e o estabelecimento não possuía outros que servissem no veículo, a família precisou aguardar até que dois outros pneus fossem levados de Aracruz por amigos.

O pastor ficou de registrar um boletim de ocorrência, de forma online, para que o caso entre nas estatísticas da polícia e que mais rondas possam ser realizadas preventivamente pela BR.

A tentativa de assalto ocorreu entre o trevo do Mosteiro e o Posto Parada Ibiraçu.