Meio Ambiente

Defeso do camarão: pesca, transporte e comercialização estão proibidos

Postando em:

A pesca de cinco espécies de camarão está proibida em todo o Espírito Santo desta última quarta-feira (15) até 15 de janeiro de 2018. Esse é o segundo período em 2017 no qual os camarões estão protegidos para realizar sua reprodução.

O defeso do camarão é definido pela instrução normativa nº 189/2008 do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). A comercialização, o transporte interestadual, a estocagem, o beneficiamento e a industrialização ficam proibidos em todo o território capixaba, somente podendo ser realizados com a comprovação de origem do produto, indicando que o camarão foi pescado em data anterior ao início do período de proteção.

As espécies protegidas são: camarões rosa (Farfantepenaeus paulensis, F. brasiliensis e F. subtilis), sete barbas (Xiphopenaeus kroyeri), branco (Litopenaeus schmitti), santana ou vermelho (Pleoticus muelleri) e barba ruça (Artemesia longinaris).

Fonte: Prefeitura de Aracruz