Cidades

Lutando por seus empregos, comunidade interdita BR 101, em João Neiva

Postando em:

Manifestantes interditaram, na manhã deste sábado (10), o trevo da BR 101, em João Neiva, na altura do km 203, ponto de acesso à BR 259, que leva à Colatina. Para impedir a passagem de veículos pela 101, os manifestantes atearam fogo em pneus e o trânsito se encontra parado neste momento. Iniciado pouco depois das 7h da manhã, o protesto é contra o fechamento, ocorrido na última terça-feira (06), do principal acesso utilizado por 4 empresas, que ficam às margem da BR 101 e prevêem grandes prejuízos, caso percam a clientela que trafega pela BR 101. Para chegarem a um restaurante/lanchonete, um posto de combustível e a um hotel prestes a inaugurar, por exemplo, os clientes agora precisam dar uma volta pelo trevo de acesso à Colatina e pegar um pequeno trecho da BR 259.  

Fechamento de acesso a empresas pela BR 101 pode desempregar trabalhadores em João Neiva

 

Com previsão de queda total no movimento, as empresas acreditam que serão obrigadas a demitir funcionários. O medo de perderem seus empregos é que motivou a comunidade a própria comunidade a interditar a BR 101. O protesto já havia sido anunciado na última quarta feira, durante outra manifestação.

O grupo empresarial, do qual faz parte a Casa Brasil, informou que nada tem a ver com a manifestação e que seus funcionários estão trabalhando normalmente desde esta sexta-feira (09). A iniciativa de interditar a BR 101 teria partido da própria comunidade.

 

 

Manifestantes usaram um trator para retirar  o guard rail que fechava o acesso às empresas

A Eco 101, concessionária que administra a Rodovia, informou que o fechamento do principal acesso às empresas ocorreu em cumprimento de uma ordem judicial, resultado de um processo de 2011 ajuizado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de transportes – DNIT.