Comunidades

Jurong - Comunidade da Praia dos Quinze quer entrar na justiça para impedir cultivo de algas

Postando em:

A reunião de apresentação do projeto de cultivo e beneficiamento de algas terminou sem acordo entre a Jurong e moradores da Praia dos Quinze, onde a empresa pretende implantar o projeto, cujo objetivo seria gerar renda para famílias de pescadores, que hoje já não conseguem viver da pesca na região.

A reunião, que ocorreu ontem à noite na casa de um morador, foi agendada após a comunidade mostrar insatisfação por não ter sido consultada sobre a instalação do projeto que, segundo os próprios moradores, já está em fase de implantação.

Durante a reunião houve muita discussão e moradores não foram convencidos de que o projeto não será prejudicial à comunidade. “Não concordamos com o projeto por causa da questão ambiental e o que todos temem é que projeto cause poluição, perda de sossego e beleza natural da praia que é pequena e muito procurada por banhistas”, disse a líder comunitária Dora Maria Castoldi Soela.

Soela afirmou ainda que a comunidade já deu início a um abaixo assinado que pretendem transformar em documento legal dando entrada no Ministério Público, propondo uma medida cautelar que impeça a implantação do projeto que propõe a instalação de redes no mar, para cultivo de algas, e a construção de um galpão para secagem do material a cerca de 200 metros da Praia dos Quinze.

Os representantes também não concordam que o galpão seja construído em uma área destinada a uma praça. Segundo eles, o projeto prevê que a área seria cedida por comodato pela prefeitura, para ser utilizada pelo período de dois anos.

Soela conclui que comunidade realizará uma reunião na próxima quinta feira, dia 27, na qual espera contar com representantes da prefeitura, para dar encaminhamento às intenções da comunidade de descartar qualquer possibilidade de implantação do projeto na Praia dos Quinze. A reunião será realizada no auditório da 1ª Igreja Batista, ao lado da Câmara Municipal.

A empresa Jurong ainda não se pronunciou sobre o caso.